ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Miróbriga

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Templo romano de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Villa Romana de S. Cucufate

cavalo pintado

Castro da Cola (Ourique)

Sé de Évora

Gruta do escoural

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Brincas de Évora

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Evoramonte

Villa Romana de S. Cucufate

cultura_estatuto_profissionais22

Évoramonte

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Bonecos de São Bento do Cortiço

Viola Campaniça

 

Castelo de Santiago do Cacém

Castelo de Arraiolos

Sé de Évora

Jangada de São Torpes

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Sé de Évora

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Miróbriga

Castelo de Belver

Castelo da Amieira do Tejo

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Destaques
Imprimir documento


Apresentação do Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020"
27/06/2022
Apresentação do Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020"

A Direção Regional de Cultura do Alentejo promove em parceria com a CCDR-A o Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020" no próximo dia 4 de julho, às 14h30. A sessão terá lugar no Auditório da CCDR Alentejo, que acolhe a mesma.

O Presidente da CCDRA e a Diretora Regional de Cultura do Alentejo convidam a estar presente nesta sessão, que contará com a apresentação do estudo, pelos seus coordenadores, os Professores José Soares Neves e Pedro Prista.  

O Estudo Cultura no Pós Alentejo-2020 foi realizado no OPAC, em 2020 e 2021, no âmbito do Acordo de Parceria estabelecido, a pedido da Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa.

O OPAC - Observatório Português das Atividades Culturais é uma estrutura constituída em dezembro de 2018 no Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, no quadro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte), que é a instituição responsável pelo seu funcionamento e coordenação científica.

No âmbito da preparação das políticas públicas regionais para a área da cultura no horizonte temporal de 2030, o OPAC, Observatório Português das Atividades Culturais, realizou para a Direção Regional de Cultura do Alentejo o estudo de que este relatório dá conta.

No seu enquadramento mais geral trata-se de um trabalho que vem em linha com os critérios consagrados de boas práticas de governança, os quais recomendam que a definição das políticas públicas seja fundada em procedimentos participativos de escuta, envolvimento e avaliação dos ciclos anteriores, tendo em vista assegurar processos igualmente participados, mobilizadores e monitorizáveis de avaliação da eficácia das políticas públicas.


O propósito deste estudo traduziu-se na realização de cinco objetivos:
I.    efetuar o levantamento de sete dimensões da atividade dos municípios na área da cultura durante o mandato autárquico iniciado em 2017, designadamente: a caracterização do, ou dos, órgãos autárquicos responsáveis; os instrumentos formais de gestão; os recursos financeiros; os recursos humanos; os equipamentos culturais e o património cultural imóvel sob alçada municipal; redes culturais e programação municipal; o associativismo cultural.
II.    caracterizar a avaliação que tanto as entidades como os agentes culturais ativos no território regional e municipal fazem da importância que a cultura assumiu no Programa Operacional Alentejo 2020.
III.    identificar e caracterizar as visões estratégicas para a cultura no município e na região Alentejo até 2030.
IV.    reunir contributos de todas as entidades inquiridas (municipais, intermunicipais, organizações do setor cultural e outros agentes relevantes) para a área da cultura no âmbito do programa da região Alentejo para 2030, designadamente a proposta de indicadores de avaliação e de linhas de intervenção.
V.    identificar casos de boas práticas em políticas culturais à escala regional, tanto nacionais como internacionais.


Programa da Sessão

14h30 ? Receção e sessão de boas-vindas ? Carmen Carvalheira, Vice-Presidente da CCDR-A
15h15 ? Enquadramento e objetivos para uma Estratégia Regional ? Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo
15h30 ? Apresentação Técnica do Estudo Cultura Pós Alentejo 2020 ? José Soares das Neves e Pedro Prista (coordenadores)
16h30 ? Debate
17h ? Encerramento da sessão

Consulte o Convite AQUI

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Aromas que nos guiam DRCAlentejo assinala centenário do nascimento de Artur Pastor com exposição Estatuto dos Profissionais da Área da CulturaANTROPOCÉNICA - Propostas para apresentação de comunicações



EMAGENDA

<agosto de 2022>
domsegterquaquisexsáb
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se