ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Miróbriga

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Viana do Alentejo

cavalo pintado

Sé de Évora

Bonecos de São Bento do Cortiço

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Viola Campaniça

Castelo de Evoramonte

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Santiago do Cacém

Évoramonte

cultura_estatuto_profissionais22

Castelo de Arraiolos

 

Castelo da Amieira do Tejo

Jangada de São Torpes

Miróbriga

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Belver

Templo romano de Évora

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Villa Romana de Torre de Palma

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Sé de Évora

Sé de Évora

Brincas de Évora

Castro da Cola (Ourique)

Gruta do escoural

Destaques
Imprimir documento


TRAÇA - 12 partituras para Respirar, Caminhar e Parar - Inscrições abertas
09-05-2023
TRAÇA - 12 partituras para Respirar, Caminhar e Parar - Inscrições abertas

TRAÇA | 12 PARTITURAS PARA RESPIRAR, CAMINHAR e PARAR
Caminhada Performativa

Com Sara Anjo

Caminha para a periferia. Pára. Caminha na periferia. Pára. Pára num ponto. Pára para sentires que não páras. Caminha no limite. Pára no limite. O que é que te faz parar? Caminha no entremeio. Qual é o teu meio? Caminha para o centro. Pára no centro. Caminha no centro. Pára num centro. Pára para sentires que não páras. Qual é o teu centro?
Caminha sem o caminho estar traçado. Há um certo prazer em caminhar sem traço. Caminha por onde não há caminho, como se pudesses estar e existir em desobediência civil. Caminha sem caminho traçado, mas cuidado! O teu caminho é teu, mas também é de todos, de todos aqueles que não sabes, que não sentes, e a única solução é acreditar, acreditar andando.

Traça é uma proposta de caminhada, enquanto prática artística experimental, que trabalha a relação do corpo com o território e o ecossistema, através do questionamento do que é centro e periferia.
É também um encontro que procura através das acções de caminhar, respirar e parar uma relação do corpo com os lugares. Opera através de diferentes partituras, escritas a partir de instruções que convocam a livre interpretação, a liberdade e autonomia de quem as faz.

Apoio: Colecção B; Direção Regional de Cultura do Alentejo, Festival de Lavre e Oficinas do Convento.

 

Consulte aqui o respetivo programa e mais informação.


O que levar:
calçado e roupa confortável, chapéu e protetor solar, água e snacks.

Inscrições: angeli.sara@gmail.com ou 914 271 917
+ Info: https://www.saraanjo.com/

 

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

DRCAlentejo mantém Certificação do seu Sistema de Gestão da QualidadeGUIA DOS INSTRUMENTOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS CRIATIVOSPatrimónio ao Alcance de Todos Internet Segura: #LerAntesClicarDepoisÉvora, e o Alentejo, serão Capital Europeia da Cultura em 2027Documentário "Michel Formentelli" RELATÓRIO "Strengthening cultural heritage resilience for climate change"Serviço "Filmar em Portugal"Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura



EMAGENDA

<abril de 2024>
domsegterquaquisexsáb
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se