ESTÁ AQUI: INÍCIO | A decorrer
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Villa Romana de Torre de Palma

Jangada de São Torpes

Miróbriga

Évoramonte

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

cavalo pintado

Castro da Cola (Ourique)

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Brincas de Évora

Castelo de Santiago do Cacém

Castelo de Arraiolos

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo de Belver

Sé de Évora

cultura_estatuto_profissionais22

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Viola Campaniça

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Miróbriga

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Gruta do escoural

 

Castelo de Evoramonte

Castelo de Viana do Alentejo

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Templo romano de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Viana do Alentejo

Villa Romana de Torre de Palma

A decorrer
Imprimir documento


"Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projeto

 

"Covid@Alentejo, olhares" é um projeto desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) na sequência do convite que dirigiu aos fotógrafos António Carrapato, António Cunha, Augusto Brázio e Maria do Mar Rêgo, em 2020, com a intenção de mapear a região nos tempos de pandemia e de se ficar com um documento deste período, através da fotografia, forma de registo que permite o balanço entre o documental e a prática artística.

Os quatro fotógrafos palmilharam a nossa terra alentejana, dando-nos agora os seus olhares sobre a pandemia no território.

O conjunto de obras apresentado resulta do trabalho de seleção, a partir de um acervo mais vasto, realizado através do olhar de Rui Prata - convidado pela DRCAlentejo para comissariar a exposição - que procurou, além da qualidade estética das imagens, evidenciar a cronologia dos acontecimentos de forma a criar uma narrativa consistente que espelhasse a multiplicidade das situações e momentos vividos quotidianamente.

Organizada pela DRCalentejo, a exposição, que revela uma ampla e enriquecedora visão dos factos contribuindo para a elaboração de um corpo de memória fundamental da presente sociedade, já esteve patente no Centro de Artes de Sines, entre 19 de fevereiro e 13 de março, e também no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor onde inaugurou dia 26 de março e ficou patente ao público até  21 de maio passado.

Em 2022 o projeto 'Covid@Alentejo, olhares' tem previsto o seguinte plano se itinerâncias, contando com o apoio dos respetivos Municípios/Entidades envolvidos:

  • Centro de Artes de Sines - 19 fevereiro a 13 de março;
  • Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor - 26 e março a 21 de maio;
  • Museu Rainha Dona Leonor - Igreja de Santo Amaro (Beja)
  • Carpintarias de São Lázaro/ Imago Lisboa
  • Mosteiro de São Bento de Cástris (Évora)


Posteriormente seguirá para a região espanhola da Andaluzia (Sevilha) e para o Algarve, as regiões parceiras do projeto INTERREG Espanha-Portugal | Magalhães_ICC que financiou 'Covid@Alentejo, olhares'. As datas serão oportunamente divulgadas.

Entretanto, consulte a plataforma sobre a exposição CovidAlentejo .

ADECORRER

Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Aromas que nos guiam DRCAlentejo assinala centenário do nascimento de Artur Pastor com exposição Estatuto dos Profissionais da Área da CulturaANTROPOCÉNICA - Propostas para apresentação de comunicações



EMAGENDA

<agosto de 2022>
domsegterquaquisexsáb
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se